Blog


CERATOCONE, JÁ OUVIU FALAR?

Ceratocone é uma doença nos olhos não inflamatória que afeta a estrutura da córnea, que é uma camada fina e transparente que cobre a frente do globo ocular. Essa enfermidade é considerada genética, de caráter hereditário e evolução lenta. Pode atingir os dois olhos da mesma maneira, sendo denominado de ceratocone bilateral ou um olho ser mais afetado do que outro, chamado de ceratocone unilateral, que é o mais comum.

 

 

Causas

Ainda não se sabe a causa exata dessa enfermidade, porém indivíduos alérgicos que sentem muita coceira nos olhos possuem maior risco de desenvolver ceratocone, assim como portadores da síndrome de Down ou aqueles com alterações oculares congênitas  como a catarata e a esclerótica azul, por exemplo.

Sintomas 

  • Visão dupla (diplopia)
  • Fotofobia (sensibilidade à luz)
  • Comprometimento da visão noturna
  • Poliopia (percepção de múltiplas imagens de um mesmo objeto)
  • Coceira
  • Visão borrada e distorcida de perto e de longe
Existem também casos em que o indivíduo possui histórico de ceratocone subclínico na família, ou seja, sem sintomas. Mas, quando os sinais surgem varia conforme a fase da doença, o mais comum é a perda progressiva da visão, tornando-se borrada e distorcida, o que obriga o aumento do grau das lentes dos óculos com frequência, levando a substituição por lentes de contato.
A perda aguda da visão causada pelo escape do humor aquoso que flui para dentro da córnea é uma complicação que pode surgir nos estágios mais avançados da doença.

Diagnóstico

O diagnóstico do ceratocone leva em consideração o histórico clínico do paciente e as queixas da perda da acuidade visual, que é avaliado por meio do exame na lâmpada de fenda consistindo em um aparelho que permite analisar o olho detalhadamente desde a camada externa da córnea até o nervo ótico.
Entre em contato pelo WhatsApp   www.bit.ly/contatoclinipop.e agende o seu Check-up com o nosso Oftalmologista!